Avaliação de patologia psiquiátrica pelo instrumento ChA- PAS (versão para crianças e adolescentes da PAS-ADD) numa população de crianças e jovens com deficiência intelectual grave e profunda

João Albuquerque

Resumo



Resumo: A Deficiência Mental, aqui designada por Perturbação de Deficiência Inteletual (PDI), de acordo com o grupo
de trabalho da CID 11, apresenta grande prevalência de morbilidade psiquiátrica associada, insuficientemente diagnosticada.
A perspectiva do Diagnóstico Duplo na PDI procura clarificar esta realidade no quadro global das dificuldades
apresentadas pela pessoa com PDI. Este artigo apresenta os dados resultantes da aplicação de um instrumento desenhado
para a pesquisa de patologia psiquiátrica em crianças e jovens com PDI, a ChA-PAS (Child Adolescent Psychiatric Assessment
Schedules), e avalia a consistência dos resultados deste com os diagnósticos psiquiátricos previamente realizados
clinicamente.
Nos resultados, a grande maioria da população estudada (91%) apresenta patologia psiquiátrica associada à PDI, com predomínio
da Perturbação do Espectro do Autismo (PEA) e a Perturbação de Hiperactividade e Défice de Atenção (PHDA).
A patologia prevalecente nas pessoas com PDI profunda é a PEA, enquanto nas pessoas com PDI Grave a PHDA é a mais
representada. O grau de concordância com os diagnósticos clínicos prévios foi de 100%, o que apoia a hipótese de a ChA-
-PAS ser um instrumento com interesse na avaliação desta população.
Concluímos que mesmo com instrumentos adaptados, a avaliação de pessoas com PDI, sobretudo de nível Grave e Profundo,
é sempre um desafio. A exploração de novos instrumentos e a sua tradução, aferição, e validação para a população
portuguesa poderá ser uma mais-valia para as pessoas com PDI.

Palavras-Chave


Deficiência Intelectual; Diagnóstico Duplo; Instrumentos de Avaliação.

Texto completo:

PDF PDF (English)

Apontadores

  • Não há apontadores.


Logotipo Sociedade
Logotipo Cast
Desenvolvido por
Logotipo Principia
Produção editorial